Ariel Bentes; 18/07/2020 às 08:00

Curso de Jornalismo da Ufac realiza 9ª Semana Acadêmica de Comunicação em agosto

Evento discute cultura pop, racismo e práticas jornalísticas

O curso de Jornalismo da Universidade Federal do Acre (Ufac) realiza de 10 a 12 de agosto, a IX Semana Acadêmica de Comunicação (Seacom). Com o tema “Ensino, pesquisa e extensão em Jornalismo: resistência em tempos de crise”, o evento busca discutir alternativas para pensar a prática jornalística e os processos comunicacionais.

View this post on Instagram

A IX Semana Acadêmica de Comunicação do Curso (@seacom.ufac) de Jornalismo da Universidade Federal do Acre (@ufac_oficial) ocorrerá entre os dias 10 a 12 de agosto, por volta das 18h (14h no horário do Acre). Pela primeira vez, o evento será, totalmente, digital em virtude da pandemia. Contando com três mesas redondas e a presença de seis convidados especiais. Os pesquisadores Guilherme Miorando, Christian Gonzatti, Francisco Aquinei Queirós, Fernanda Salvo, Márcia Veiga e Fabiana Moraes. As mediações contaram com a presença de dois integrantes da gestão atual do Centro Acadêmico de Jornalismo da Ufac. O vice-presidente, Guilherme Limes (@guilhermelimes), e o primeiro-secretário, Renato Menezes (@renato_fmenezes). Além da estudante de jornalismo, Hellen Lirtêz (@uma_acreana), e os docentes Wagner Costa, Emanuelly Falqueto e Fernanda Salvo. 🗞📰 Esta edição está contando com a coordenação e organização das docentes Francielle Modesto (@franciellemodesto) e Tatyana Lima (@tatyanalimaa) #seacom2020 #seacomdigital #CAEMnaSeacom

A post shared by CAEM – Jornalismo (UFAC) (@caemufac) on

Em 2020, devido a pandemia provocada pela Covid-19, a Seacom terá o formato reduzido, contando com três mesas-redondas. Pela primeira vez, o evento será totalmente online. A organização da Seacom divulgará em breve o canal no Youtube que fará a transmissão da semana. Importante frisar aos interessados em participar da Seacom como ouvintes, que durante os debates, a organização do evento vai disponibilizar no chat, o formulário para emissão de certificados aos participantes. É necessário informar o nome completo e o CPF.

A organizadora do evento, professora Francielle Modesto, explica que a Seacom se constitui como “um importante espaço de debate para as práticas em comunicação e de reflexão sobre as pesquisas desenvolvidas no âmbito do jornalismo, da cultura pop e dos modelos narrativos que produzimos”.

A Seacom será composta por três mesas-redondas. A mesa de abertura ocorre no dia 10 de agosto e conta com a participação dos pesquisadores da Universidade do Vale do Rio dos Sinos (Unisinos), Christian Gonzatti e Guilherme Sfredo Miorando. Gonzatti e Miorando vão discutir o tema “Cultura pop: ativismo e resistência”.

No dia 11, acontece a mesa-redonda intitulada “Pesquisa em comunicação: narrativas da diferença e jornalismo contra-hegemônico”, conduzida pelos professores do curso de Jornalismo da Ufac, Francisco Aquinei Timóteo Queirós e Fernanda Ribeiro de Salvo.

No dia 12, acontece o fechamento da Seacom, com as professoras Fabiana Moraes, da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) e Marcia Veiga, da Universidade do Vale do Rio dos Sinos (Unisinos). As pesquisadoras discutem o tema “Racismo e sexismo epistêmico: práticas jornalísticas e resistências”.

Para mais informações, acesse o site do evento e as páginas no Facebook e Instagram. 

PROGRAMAÇÃO

SEGUNDA-FEIRA, 10 DE AGOSTO

Mesa 1 – Cultura pop: ativismo e resistência – Às 18h (horário de Brasília), 16h (horário do Acre)

Christian Gonzatti (Unisinos)

Guilherme Sfredo Miorando (Unisinos)

TERÇA-FEIRA, 11 DE AGOSTO

Mesa 2 – Pesquisa em comunicação: narrativas da diferença e jornalismo contra-hegemônico – Às 18h (horário de Brasília), 16h (horário do Acre)

Francisco Aquinei Timóteo Queirós (Ufac)

Fernanda Ribeiro de Salvo (Ufac)

QUARTA-FEIRA, 12 DE AGOSTO

Mesa 3 – Racismo e sexismo epistêmico: práticas jornalísticas e resistências – Às 18h (horário de Brasília), 16h (horário do Acre) 

Fabiana Moraes (UFPE)

Marcia Veiga (Unisinos)

Fonte: Assessoria

*O Mercadizar não se responsabiliza pelos comentários postados nas plataformas digitais. Qualquer comentário considerado ofensivo ou que falte com respeito a outras pessoas poderá ser retirado do ar sem prévio aviso.