Hilana Rodrigues; 19/08/2021 às 12:00

Festival paraense “Se Rasgum” está selecionando bandas e músicos na Amazônia Legal

As inscrições poderão ser realizadas até 02/09

O tradicional festival paraense “Se Rasgum” está selecionando artistas musicais que estejam surgindo no cenário da música na Amazônia Legal.

O edital completo selecionará músicos e bandas que contarão com a orientação de profissionais do mercado musical para impulsionar as carreiras dos artistas de estados que compõem a chamada Amazônia brasileira: Amapá, Acre, Amazonas, Maranhão, Mato Grosso, Pará, Roraima, Rondônia e Tocantins.

Inscrições

As inscrições, além de gratuitas, podem ser realizadas pelo site do festival até o dia 2 de setembro. Para participar, os interessados devem residir em um dos estados citados e devem ter produzido e lançado pelo menos quatro singles; comprovar, no mínimo, dois anos de atuação na área musical, entre outras exigências.

No momento da inscrição, os interessados vão preencher um formulário com informações sobre a banda ou músico; anexar duas fotos, links das músicas lançadas e link de vídeo de performance ao vivo, entre outros dados complementares.

Sobre o festival

Conforme informações do festival, o “Se Rasgum” é conhecido por revelar artistas da música paraense para o Brasil e tornou-se uma referência no circuito nacional.

Com mais de uma década, vem revelando artistas que surgem na música produzida no estado do Pará, abrindo o palco do festival para novos talentos, ajudando tanto na apresentação destas novidades para o mercado musical, quanto na formação de novos públicos.

Marcelo Damaso e Renée Chalu dirigem a “Se Rasgum Produções”. Damaso explica que a ampliação nos estados veio devido ao conhecimento da dificuldade em fazer os artistas locais ecoarem para o nacional.

“Vimos a necessidade de nós mesmos conhecermos mais a música da nossa região de uma forma mais ampla, sem se limitar às nossas fronteiras estaduais. Sabemos que a Amazônia tem sotaque próprio e queremos usar a força do ‘Se Rasgum’ para dar mais visibilidade aos artistas do Norte e da Amazônia Legal”, conta.

Selecionados

Os selecionados passarão por mentorias para impulsionamento de carreira, com a avaliação e orientação de oito profissionais do mercado musical. O trabalho é realizado sob a coordenação do músico, produtor musical e articulador do setor cultural Iuri Freiberger, que liderou a Aceleração Musical LabSonica.

Todo o processo on-line incluirá workshops e encontros pelos quais os escolhidos passarão para discutir temas relevantes da produção musical, como circulação, formação de público, propriedade intelectual, royalties, distribuição, comunicação, marketing digital e apresentação em pitchings.

Com a orientação, os músicos terão que produzir um single até o fim do mês de outubro. As canções irão integrar uma playlist com os 10 finalistas, com disponibilização de faixa no canal Deezer e redes sociais, além de passarem por um pitchings com 15 compradores do mercado musical nacional e internacional em um evento que será realizado via internet pela plataforma Zoom.

As seletivas do “Se Rasgum” têm patrocínio master da empresa de telecomunicações Oi, e apoio cultural do Oi Futuro, por meio da Lei Semear de incentivo à cultura via Governo do Estado do Pará e Fundação Cultural do Pará, além do player oficial Deezer.

*O Mercadizar não se responsabiliza pelos comentários postados nas plataformas digitais. Qualquer comentário considerado ofensivo ou que falte com respeito a outras pessoas poderá ser retirado do ar sem prévio aviso.