Thaís Andrade; 19/12/2022 às 11:00

Harvard nomeia a primeira mulher negra para presidência da universidade

A cientista política Claudine Gay será a primeira pessoa negra e a segunda mulher a ocupar a presidência da universidade em seus 386 anos de história

A Universidade de Harvard, nos Estados Unidos, elegeu a cientista política Claudine Gay, 52, como sua nova presidente. Gay é a primeira pessoa negra e a segunda mulher a ocupar o cargo de presidente da instituição em seus 386 anos de história.

Claudine Gay assumirá a presidência no dia primeiro de julho de 2023. Ela será a 30ª presidente de Harvard, sucedendo Larry Bacow, após cinco anos como o atual presidente. 

Durante discurso feito na última quinta-feira, 15, logo após a votação que a elegeu presidente, Claudine Gay disse que entre suas prioridades está aproximar ainda mais Harvard do mundo, por meio de bolsas de estudo e parcerias com outras organizações, e tornar o ensino superior mais acessível para um número maior de pessoas.

Gay é filha de imigrantes haitianos e se formou em Economia em Stanford, em 1992, onde recebeu o Prêmio Anna Laura Myers de melhor tese de graduação. Em 1998, conquistou seu doutorado em Governo, em Harvard, ganhando o Prêmio Toppan de melhor dissertação em ciência política.

Como professora de Governo, Gay ingressou em Harvard em 2006, e desde 2018 é reitora da Faculdade de Artes e Ciências da universidade. Cientista política e social, é professora de estudos africanos e afro-americanos. Uma de suas linhas de pesquisa é voltada ao comportamento político e à democracia, considerando questões raciais e políticas na América.

*O Mercadizar não se responsabiliza pelos comentários postados nas plataformas digitais. Qualquer comentário considerado ofensivo ou que falte com respeito a outras pessoas poderá ser retirado do ar sem prévio aviso.