Isabella Botelho; 14/08/2020 às 18:00

#MercadizarIndica: ‘The Boys’ e o lado sombrio dos super-heróis

Produção original da Amazon Prime Video ganha segunda temporada em setembro

No dicionário, a definição de herói é dada como “termo atribuído ao ser humano (ou não) que executa ações excepcionais, com coragem e bravura, com o intuito de solucionar situações críticas, tendo como base princípios morais e éticos”. 

Em filmes da Marvel e da DC, estamos acostumados a ver super-heróis bonzinhos, prestativos e combatendo o crime. Tudo isso em sociedades hipotéticas, devemos lembrar. Mas, você já parou para se perguntar como seriam os super-heróis numa sociedade como a que vivemos? Inspirada na HQ de Garth Ennis, a série The Boys, produção original da Amazon Prime Video, estreou em agosto do ano passado e, apesar de ser sobre o universo dos super-heróis, quer mostrar justamente como esses seres superpoderosos agiriam no mundo real.

A proposta é representar da maneira mais realística possível o que seriam pessoas poderosas vivendo em um mundo humano, no qual sua existência afetaria diretamente o capitalismo, o corporativismo e, principalmente, a vida das pessoas comuns. Estas pessoas com superpoderes são muito mais fortes, rápidas, poderosas que o comum e ainda são protegidos por uma corporação gigantesca, a Vought, que cuida de merchandising, filmes e até séries de TV, microgerenciando cada super equipe. Se o poder já corrompe (e temos muito exemplos disso), imagine o superpoder… Ele super corrompe. Como resultado, a maioria dos Supers são cínicos, moralmente depravados, desprezam as pessoas comuns e só se preocupam com sua própria imagem.

A história começa quando, logo no primeiro episódio, A-Train (Jessie T. Usher), um super velocista, atropela e mata Robin, a namorada de Hughie (Jack Quaid). Revoltado e inconformado, ele se junta a Billy Butcher (Karl Urban), um sujeito misterioso que abomina os Supers, e eles formam um grupo em busca de vingança.

Grupo liderado por Billy Butcher (Foto: Reprodução/Internet)

Durante os oito episódios da primeira temporada, conhecemos melhor cada um dos personagens do grupo liderado por Butcher e os Sete, nome dado aos principais super-heróis da Vought, todos óbvias paródias de membros da Liga da Justiça, como Super-Homem, Mulher-Maravilha, Flash e Aquaman. 

A série acerta na sátira precisa que direciona à indústria da adoração que a sociedade nutre por super-heróis e seus produtos variados. Em diversos momentos, vemos personagens discutindo novos filmes, produtos e ideias, além de estarem constantemente preocupados com o índice de aprovação de cada herói. 

Até o momento, a série conta com uma temporada disponível no Amazon Prime Video. O streaming liberará a próxima em 4 de setembro e já confirmou uma terceira. Integram o elenco de The Boys os atores Antony Starr, Karl Urban, Jessie T. Usher, Erin Moriarty e Karen Fukuhara.

 

*O Mercadizar não se responsabiliza pelos comentários postados nas plataformas digitais. Qualquer comentário considerado ofensivo ou que falte com respeito a outras pessoas poderá ser retirado do ar sem prévio aviso.