Isabella Botelho; 19/01/2021 às 14:00

Vacinação tem início no Amazonas

256 mil doses chegaram ao estado na noite de segunda-feira, 18; enfermeira indígena Vanda Ortega é primeira pessoa vacinada no estado

As primeiras doses da vacina CoronaVac, contra a covid-19, chegaram ao Amazonas na última segunda-feira, por volta das 18h. No total, o estado recebeu 256 mil vacinas do Ministério da Saúde e 50 mil doadas pelo Governo de São Paulo que devem chegar nos próximos dias. 

No mesmo dia, por volta das 20h30, a primeira vacina em solo amazonense foi aplicada na enfermeira indígena Vanda Ortega, de 33 anos. Nascida em Amaturá, hoje ela reside no Parque das Tribos, onde, durante a pandemia, tirou suas horas vagas para dar suporte à comunidade indígena formada por mais de 700 famílias. 

“Viva os povos indígenas, deste país. Que todos os indígenas sejam vacinados. Esse momento representa muito para o meu povo Witoto, e para os 63 povos indígenas do estado do Amazonas. Esse estado, que tem a maior população indígena do Brasil, precisa ser cuidado”, disse.

Vacinas já estão a caminho do interior 

Na manhã desta terça-feira, 19, o Governo do Amazonas deu início à distribuição do imunizante para as cidades do interior do estado. A estimativa é que as doses da vacina cheguem a 21 municípios ainda hoje por meio de aeronaves. Em seguida, elas devem ser distribuídas para os demais municípios com acesso por rios.

As doses serão entregues para as Secretarias Municipais de Saúde e Distrito Sanitário Especial Indígena (DSEI). As equipes de vacinação de cada município serão responsáveis pelos cronogramas e atendimentos para a população.

Para o trabalho, o Governo do Estado informou ainda que 495 salas de vacinas dos 62 municípios do Estado já estarão abertas a partir desta terça-feira.

Plano de Vacinação

De acordo com o plano de vacinação da Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas (FVS-AM), conforme a proposta do Ministério da Saúde, 262.142 amazonenses serão vacinados. Dentro das diretrizes elaboradas pela FVS-AM, os grupos prioritários serão: povos indígenas (100.642); trabalhadores de saúde (86.357); pessoas de 80 anos ou mais (38.357) e pessoas de 75 a 79 anos (36.050).

*O Mercadizar não se responsabiliza pelos comentários postados nas plataformas digitais. Qualquer comentário considerado ofensivo ou que falte com respeito a outras pessoas poderá ser retirado do ar sem prévio aviso.