Por Solange Moraes; 10/06/2019 às 16:22

Roraima sedia a edição de 2019 do Fórum Nacional da Primeira Infância

O evento é gratuito e acontecerá no Teatro Municipal de Boa Vista, nos dias 12 e 13 de junho

A política pública Família Que Acolhe atende anualmente cerca de 7.720 beneficiários (Reprodução)

“O poder transformador do cuidado nos primeiros anos de vida” é o tema do Fórum Nacional da Primeira Infância que acontece entre os dias 12 e 13 de junho em Boa Vista, Roraima.

Com o objetivo de sensibilizar a sociedade a respeito da importância dos cuidados na primeira infância, o fórum contará com uma equipe de profissionais locais, nacionais e internacionais que tem como meta trabalhar juntos para promover conhecimentos, cuidados e incentivar a sociedade a atuar com responsabilidade durante esses primeiros anos de vida da criança.

A importância do tema no contexto local é explicada pela implantação, desde 2013, da política pública Família Que Acolhe, que visa atender as crianças nessa primeira etapa de vida.  Boa Vista recebe o renome de capital da Primeira Infância, pois durante a gestão da prefeita Teresa Surita tem realizado diversas ações em prol da promoção do desenvolvimento da primeira infância na cidade.

 “Será um grande evento que vai, de fato, sensibilizar as pessoas sobre a importância dos primeiros anos de vida. Há seis anos estamos focados nestas questões, mas o Fórum vai reunir grandes nomes do Brasil e do mundo e trazer novas perspectivas e inovações para Boa Vista, que está se consolidando como a Capital da Primeira Infância” ressalta a Prefeita.

A programação contará com onze palestrantes, além de apresentações culturais e mesas redondas, as inscrições podem ser feitas pela internet, através do site. O evento é gratuito e acontecerá no Teatro Municipal de Boa Vista e tem como público-alvo os profissional relacionado à primeira infância.

*O Mercadizar não se responsabiliza pelos comentários postados nas plataformas digitais. Qualquer comentário considerado ofensivo ou que falte com respeito a outras pessoas poderá ser retirado do ar sem prévio aviso.