Isabella Botelho; 15/02/2021 às 10:00

Covid na Região Norte – Atualizações 14/02/2021

Na última semana, o Brasil alcançou a maior média móvel de mortes desde o início da pandemia

De acordo com o consórcio de veículos de imprensa, foram registrados 22.440 novos casos de contaminação confirmados e 647 mortes nas últimas 24 horas no Brasil. Com isso, a média móvel de mortes nos últimos 7 dias foi de 1.105, a maior desde o início da pandemia no país. Já são 25 dias acima da marca de mil. Atualmente, são doze estados com alta nas mortes: Acre, Pará, Rondônia, Roraima, Bahia, Ceará, Maranhão, Paraíba, Rio Grande do Norte, Minas Gerais, Goiás e Mato Grosso do Sul.

Na Região Norte, somente os estados do Amapá (-28%, em queda), Amazonas  (-16%, em queda) e Tocantins (-5%, em estabilidade) não apresentam crescimento nos casos de infecções por coronavírus. Apresentam alta: Acre (+74%), Pará (+56%), Rondônia (+24%) e Roraima (+264%). Esta alta exponencial de casos já se reflete nas ocupações de leitos de hospitais e governos já se mobilizam para enviar pacientes a outros estados e tentar suprir a demanda por oxigênio. 

A última atualização do balanço da vacinação contra Covid-19 aponta que o Brasil passou a marca dos 5 milhões de pessoas vacinadas com a primeira dose. Os 26 estados e o Distrito Federal vacinaram precisamente 5.287.672 pessoas, já com o início da aplicação da  segunda dose, equivalente a 2,40% da população brasileira e 45,50%% do total de doses recebidas pelos estados até o momento. 

A segunda dose já foi aplicada em 214.943 pessoas (0,10% da população do país) nos estados do Acre, Alagoas, Amazonas, Espírito Santo, Maranhão, Minas Gerais, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Pará, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Sul, Rio Grande do Norte, Santa Catarina, Sergipe e também no Distrito Federal. São Paulo também já iniciou a aplicação da segunda dose, mas ainda não divulgou os dados separadamente.

Abaixo, você confere os dados atualizados e um resumo das principais informações do domingo, 14, de cada estado da Região Norte, do Brasil e do mundo:

Região Norte

Acre

No último domingo, 14, a Secretaria de Estado de Saúde do Acre (Sesacre), por meio do Departamento de Vigilância em Saúde (DVS), registrou 107 novos casos de infecção por coronavírus e mais 4 óbitos. 

Casos confirmados: 53.027

Óbitos: 921

Vacinação: 12.687 doses aplicadas

Para mais informações, acesse o boletim epidemiológico

  • Dos 96 leitos de UTI nos hospitais da rede SUS disponibilizados no estado, 92 estão ocupados, fazendo com que a taxa de ocupação na UTI subisse para 96%. Fonte: g1
  • Com o aumento da demanda por leitos e na tentativa de evitar um colapso assistencial, a Unimed Rio Branco anunciou a suspensão das cirurgias eletivas para garantir que não falte leitos e oxigênio. Fonte: g1

Amapá

O último boletim informativo sobre a situação do novo coronavírus divulgado pelo Governo do Amapá traz 154 novos casos no estado. Não houve o registro de novos óbitos.

Casos confirmados: 80.528

Óbitos: 1.102

Vacinação: 16.847 doses aplicadas

Para mais informações, acesse o boletim epidemiológico

Amazonas

A Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas (FVS-AM) registrou 2.689 novos casos de Covid-19. No boletim de domingo, 14, foram confirmados 53 óbitos por Covid-19, sendo 24 ocorridos no dia 13/02 e 29 óbitos foram encerrados por critérios clínicos, de imagem, clínico-epidemiológico ou laboratorial.

Casos confirmados: 294.954

Óbitos: 9.872

Vacinação: 202.771 doses aplicadas

Para mais informações, acesse o boletim epidemiológico

  • O Ministério da Saúde informou que o novo projeto de vacinação contra a Covid-19 no Amazonas usará o modelo utilizado nas eleições por colégios eleitorais. A partir de 22 de fevereiro, o Exército vai apoiar a execução do plano com uma operação semelhante à que realiza durante o período eleitoral. Fonte: g1

Pará

A Secretaria de Estado de Saúde Pública do Pará (Sespa) confirmou mais 09 novos casos e 03 óbitos cadastrados no domingo, 14, que ocorreram nos últimos dias. Em relação à subnotificação das prefeituras, foram confirmados mais 476 casos e 17 óbitos ocorridos em dias anteriores.

Casos confirmados: 348.448

Óbitos: 8.019

Vacinação: 122.365 doses aplicadas

Para mais informações, acesse o boletim epidemiológico

Rondônia

O Governo de Rondônia, por meio da Agência Estadual de Vigilância em Saúde (Agevisa) e a Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), registrou 819 novos casos e 25 óbitos nas últimas 24 horas.

Casos confirmados: 136.603

Óbitos: 2.509

Vacinação: 35.584 doses aplicadas

Para mais informações, acesse o boletim epidemiológico

Roraima

O Governo do Estado de Roraima, através da Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), registrou 876 novos casos por contaminação de coronavírus e nenhum óbito. 

Casos confirmados: 174.457

Óbitos: 976

Vacinação: 22.446 doses aplicadas

Para mais informações, acesse o boletim epidemiológico

Tocantins

O boletim referente ao domingo, 14, divulgado pelo Governo de Tocantins registrou 189 novos casos confirmados e 04 novos óbitos. 

Casos confirmados: 107.163

Óbitos: 1.455

Vacinação: 24.198 doses aplicadas

Para mais informações, acesse o boletim epidemiológico

Brasil 

Casos confirmados: 9.833.965

Óbitos: 239.294

Vacinação: 5.287.672 doses aplicadas

  • O prefeito do Rio, Eduardo Paes (DEM), anunciou por meio de uma postagem em suas redes sociais que a cidade terá que interromper a campanha de vacinação contra a Covid-19 na quarta-feira, 17, por falta de doses do imunizante. Fonte: g1

Mundo

Casos confirmados: 108.840.449

Óbitos: 2.400.456

Vacinação: 175.320.139 doses aplicadas

  • O Japão autorizou o uso no país de uma primeira vacina contra o coronavírus, desenvolvida pela Pfizer/BioNTech. A autorização abre caminho para o lançamento de uma campanha de vacinação apenas cinco meses antes da abertura da Olimpíada, marcada para 23 de julho. Fonte: g1
  • A principal seguradora de saúde de Israel afirmou neste domingo (14) que a vacina contra o coronavírus da Pfizer / BioNTech foi 94% eficaz, de acordo com um estudo realizado com mais de um milhão de pessoas vacinadas. Fonte: g1

*O Mercadizar não se responsabiliza pelos comentários postados nas plataformas digitais. Qualquer comentário considerado ofensivo ou que falte com respeito a outras pessoas poderá ser retirado do ar sem prévio aviso.