Isabella Botelho; 07/04/2021 às 11:00

Covid na Região Norte – Atualizações 06/04/2021

Abaixo, confira os dados atualizados e um resumo das principais informações de cada estado da Região Norte, do Brasil e do mundo

Pela primeira vez desde o início da pandemia no Brasil, há pouco mais de um ano, o país passou a triste marca de 4 mil mortes por coronavírus em 24 horas. Na terça-feira, 06, foram registrados exatamente 4.211 óbitos oficiais atribuídos à doença, totalizando 337.364 vítimas. A média móvel de mortes no país nos últimos 7 dias ficou em 2.775. Em comparação à média de 14 dias atrás, a variação foi de +22%.

  • Quarta-feira (31): 2.971 (recorde)
  • Quinta-feira (1º): 3.119 (recorde)
  • Sexta-feira (2): 3.006
  • Sábado (3): 2.800
  • Domingo (4): 2.747
  • Segunda-feira (5): 2.698
  • Terça-feira (6): 2.775

De acordo com informações divulgadas pelo consórcio de veículos de imprensa, além do Brasil, somente os Estados Unidos registraram 4 mil mortes num único dia: foram 4.476 no dia 12 de janeiro, um claro reflexo das festas de fim de ano – os dados são do Our World in Data.

Desde o início da pandemia, 13.106.058 brasileiros já tiveram ou têm o novo coronavírus, 82.869 desses confirmados no último dia. A média móvel nos últimos 7 dias foi de 63.143.

Atualmente, 13 estados e o Distrito Federal apresentam alta nas mortes: Amapá, Pará, Ceará, Maranhão, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Distrito Federal, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Espírito Santo, Minas Gerais, Rio de Janeiro e São Paulo.

Estão em estabilidade: Rondônia, Tocantins, Alagoas, Rio Grande do Norte, Sergipe, Paraná, Santa Catarina e Goiás.

Em queda: Acre, Amazonas, Roraima, Bahia e Rio Grande do Sul.

A última atualização do balanço da vacinação contra Covid-19 aponta que 20.828.398 pessoas já receberam ao menos a primeira dose da vacina, equivalente a 9,84% da população. Até o momento, 5.881.392 pessoas tomaram as duas doses (2,78% da população do país) em todos os estados e no Distrito Federal. No total, 26.709.790 doses já foram aplicadas no país.

De segunda, 05, para terça-feira, 06, foram aplicadas 805.266 primeiras doses e 285.463 segundas doses no país, num total de 1.090.729, o segundo maior registro desde o começo da vacinação.

Abaixo, você confere os dados atualizados e um resumo das principais informações da terça-feira, 06, de cada estado da Região Norte, do Brasil e do mundo:

Região Norte

Acre

A Secretaria de Estado de Saúde do Acre (Sesacre), por meio do Departamento de Vigilância em Saúde (DVS), registrou 90 novos casos de infecção por coronavírus e mais 8 óbitos. 

Casos confirmados: 71.420

Óbitos: 1.306

Vacinação: 1ª dose: 49.729 | 2ª dose: 12.396

Para mais informações, acesse o boletim epidemiológico.

Amapá

O último boletim informativo sobre a situação do novo coronavírus divulgado pelo Governo do Amapá traz 471 novos casos no estado e o registro de 12 óbitos.

Casos confirmados: 99.708

Óbitos: 1.346

Para mais informações, acesse o boletim epidemiológico

Vacinação: 1ª dose: 56.522 | 2ª dose: 18.373

Amazonas

A Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas (FVS-AM) informou o registro de 953 novos casos de Covid-19. No boletim da terça-feira, 06, foram confirmados 29 óbitos, sendo 11 ocorridos no dia 05/04 e 18 foram encerrados por critérios clínicos, de imagem, clínico-epidemiológico ou laboratorial.

Casos confirmados: 353.929

Óbitos: 12.136

Vacinação: 1ª dose: 449.622 | 2ª dose: 144.206

Para mais informações, acesse o boletim epidemiológico

  • O governador Wilson Lima disse que se prepara para o pior cenário possível no caso de uma terceira onda de Covid-19 no Amazonas. Fonte: g1
  • A Polícia Civil do Amazonas interceptou três embarcações de luxo na noite de terça-feira, 06. Em uma delas, denominada Ana Beatriz 1, uma festa que contava com a participação de turistas brasileiros e estrangeiros era realizada há pelo menos cinco dias. Fonte: UOL

Pará

A Secretaria de Estado de Saúde Pública do Pará (Sespa) confirmou mais 383 novos casos e 30 óbitos cadastrados na terça-feira, 06, que ocorreram nos últimos sete dias. Em relação à subnotificação das prefeituras, foram confirmados mais 2.293 novos casos e 25 óbitos ocorridos em dias anteriores.

Casos confirmados: 428.880

Óbitos: 10.880

Vacinação: 1ª dose: 691.348 | 2ª dose: 154.073

Para mais informações, acesse o boletim epidemiológico

Rondônia

O Governo de Rondônia, por meio da Agência Estadual de Vigilância em Saúde (Agevisa) e a Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), registrou 1.314 novos casos e 41 óbitos.

Casos confirmados: 192.309

Óbitos: 4.368

Vacinação: 1ª dose: 119.938 | 2ª dose: 35.187

Para mais informações, acesse o boletim epidemiológico

Roraima

O Governo do Estado de Roraima, através da Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), registrou 183 novos casos por contaminação de coronavírus e 5 óbitos óbito.

Casos confirmados: 90.765

Óbitos: 1.367

Vacinação: 1ª dose: 47.185 | 2ª dose: 20.680

Para mais informações, acesse o boletim epidemiológico

Tocantins

O boletim referente a terça-feira, 06, divulgado pelo Governo de Tocantins registrou 900 novos casos confirmados e 20 novos óbitos. 

Casos confirmados: 144.551

Óbitos: 2.133

Vacinação: 1ª dose: 109.025 | 2ª dose: 36.459

Para mais informações, acesse o boletim epidemiológico

Brasil

Casos confirmados: 13.106.058

Óbitos: 337.364

Vacinação: 1ª dose: 20.828.398  | 2ª dose: 5.881.392

  • O diretor-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS), Tedros Ghebreyesus, disse para o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, durante reunião no último sábado, 03, que vai ajudar o Brasil no combate à pandemia da Covid-19. As informações são de Jamil Chade, do UOL. Fonte: Istoé
  • A Fiocruz afirmou em boletim que a taxa de letalidade entre os infectados pela Covid-19 aumentou de 3,3% para 4,2% em março. Este indicador se encontrava em torno de 2,0% no final de 2020. Fonte: g1

Mundo

Casos confirmados: 132.456.676

Óbitos: 2.873.821

Vacinação: 693.368.841

O número de pessoas internadas com Covid-19 na França chegou a 30 mil na terça-feira, 06. É o valor mais alto desde o fim de novembro, quando o país europeu viveu o pico da segunda onda da pandemia do coronavírus. Fonte: g1

*O Mercadizar não se responsabiliza pelos comentários postados nas plataformas digitais. Qualquer comentário considerado ofensivo ou que falte com respeito a outras pessoas poderá ser retirado do ar sem prévio aviso.