Ariel Bentes e Isabella Botelho; 01/03/2019 às 17:12

Conheça mulheres que se destacam no mercado manauara: Publicidade & Design

Elas contaram ao Mercadizar sobre suas carreiras e desafios

Nesse mês de março, todas as sextas-feiras, o Mercadizar trará pra você um especial com mulheres da comunicação amazonense. Elas contaram com exclusividade sobre suas carreiras e desafios da profissão.

Camila Lopes

Relações Públicas de formação, mas publicitária de coração. Já passou pelo planejamento e atendimento de agências, mas sempre com a redação como atuação principal. Trabalhou nas agências Focus, Saga, Varanda e, atualmente, na Mene&Portella, com bagagem de criação para institucional, varejo, governo e setor privado.

“Da criação a outros setores, os homens ainda dominam. O desequilíbrio ainda é nossa realidade, principalmente os postos de liderança. Mas podemos mudar isso. Sou a favor de uma participação mais ativa da mulher no mercado publicitário e acredito que isso é um trabalho de conscientização conjunta. Da mulher, ao empoderar-se e enaltecer a apoiar as outras colegas de profissão, aos homens, a reconhecerem o trabalho da profissional. Assim, quem sabe, teremos um ambiente convidativo para as mulheres.”

Jéssica Pinheiro

Formada em Design pela Faculdade Martha Falcão, trabalhou como diretora de arte em algumas das maiores agências de publicidade local durante 8 anos. Atualmente, trabalha como UI designer em um Instituto de Pesquisa & Desenvolvimento.

“Em alguns momentos já cheguei a enfrentar dificuldades apenas por ser mulher sim, mas entendo que isso é uma limitação e deficiência do outro, não minha. Já cheguei a trabalhar em um lugar onde eu era a única mulher da equipe, e, apesar de estar na desvantagem numérica, tive a sorte de conviver com bons profissionais conscientes dessa equidade.”

Lori Paes

Formada em design desde 2016, fez um estágio na área e em seguida entrou na Oana Publicidade, que foi onde teve seu primeiro contato direto com o mercado de publicidade, e onde adquiriu uma bagagem muito significativa. Após um estágio no Sebrae, entrou na agência Oportunity. Atualmente, trabalha na All-Line Publicidade como diretora de arte.

“Confesso que nunca me senti menos por ser mulher dentro das empresas que trabalhei, de fato, sempre encarei as diferenças como questão de experiência, sempre me senti integrada a equipe, tanto é que hoje eu faço parte de uma equipe só de mulheres… E espero que assim continue minha jornada dentro da área publicitária.”

Luana Coelho

Administradora de Empresas, com MBA em Gestão de Negócios pela FGV e cursando MBA em Liderança, Inovação e Gestão 3.0 pela PUC / RS. Iniciou carreira profissional atuando no Mercado Imobiliário aos 14 anos, aos 21 somou esforços ao primeiro time da KPMG Auditores Independentes em Manaus atuando na Área de Consultoria Tributária. Há 9 anos entrou no mundo da Publicidade com a fundação da tão sonhada The White, uma agência que nasceu de uma vontade gigante de fazer em Manaus trabalhos com o mesmo nível dos grandes centros sul e sudeste, e que até os dias atuais mantém viva essa chama.

“Não acredito que enfrentar dificuldades seja algo pertencente apenas ao universo feminino, acredito até que a gente se supera em dar conta de tantas coisas ao mesmo tempo agora. Penso que precisamos usar nossos desafios como molas para nos impulsionar para ir mais longe. É preciso muita dedicação diária, resiliência, respeito aos nossos limites e dar crédito à voz do coração para dar passos firmes em busca do que sonhamos. Já sofri inúmeras situações de assédios morais, humilhações, olhares reprovadores, mas não deixei que eles fossem maiores que o crédito que eu deposito em mim mesma diariamente há 34 anos.”

Nathalya Brandão

Bacharel em publicidade e propaganda e pós-graduanda em gestão e liderança. Tem aproximadamente 5 anos de carreira, trabalhando com mídias sociais. Já trabalhou com voluntariado, em agências e, agora, está no primeiro setor. No meio disso tudo, já foi gerente e diretora nas áreas do digital e de criatividade.

“Ser mulher no mercado publicitário, como um todo, acredito, é um desafio. Por ser uma profissão ainda muito machista, muitos não vão te levar a sério, ainda mais quando, além de ser mulher, você é jovem e assume algum cargo de liderança. Sempre estão te avaliando e questionando. Ainda é uma profissão onde você encontra a maioria das mulheres na área de atendimento ao cliente, e pouquíssimas na área criativa. Muitos vão dizer que você não está preparada pra assumir cargos maiores ou que não tem capacidade para tal. Infelizmente, sofremos assédios de todos os tipos, moral, psicológico e sexual, felizmente este último nunca aconteceu comigo, mas conheço várias colegas de profissão que já.”

Talita Loris

Formada em Comunicação (Publicidade e Propaganda) pela Uninorte. Tem interesse dos mais diversos tipos de conteúdo, como Cinema, literatura e televisão. Ama os teclados de computador e canetas. Desde 2001, seu percurso profissional foi sempre na área de mídia e atendimento de contas públicas, varejo e construtoras. Atua como Gestora de Mídia na Mene&Portella publicidade onde é responsável pelo investimento/verba de publicidade do cliente.

“Acredito que não só eu, mas as mulheres em geral enfrentam dificuldade neste mercado, principalmente aquelas que possuem dupla jornada, que precisam cuidar da família. As mulheres já conquistaram muito no mercado de publicidade, antigamente não se via tantas mulheres na área de criação e atendimento quanto se vê hoje. Pessoalmente, já vi clientes que realmente não gostavam de lidar com mulheres. Você percebe claramente que eles se dirigiam aos homens mesmo tendo uma especialista mulher defendendo uma campanha. Ainda tem muito a ser feito e muito a ser conquistado principalmente no que tange equiparação salarial.”

*O Mercadizar não se responsabiliza pelos comentários postados nas plataformas digitais. Qualquer comentário considerado ofensivo ou que falte com respeito a outras pessoas poderá ser retirado do ar sem prévio aviso.