Isabella Botelho; 28/07/2020 às 18:00

#MercadizarIndica: Cadernos artesanais por Dcrafts by Naty

A designer manauara Nataly Lima criou a loja online para pagar viagem de estudo

Cada dia mais, uma parcela da população encontra sua vocação na fabricação e venda de produtos artesanais. Após apresentar a Bromélia, no Mercadizar Indica de hoje, apresentamos mais uma loja de produtos artesanais em Manaus: a loja online de cadernos artesanais Dcrafts by Naty. Designer por formação, Nataly Lima, de 23 anos, sempre admirou produtos artesanais. Em entrevista ao Mercadizar, ela contou que o primeiro contato com o caderno artesanal foi quando entrou na faculdade e fez um workshop sobre o tema na Semana de Design. 

“Por  uns anos isso ficou meio de lado, mas a ideia da Dcrafts começou quando eu precisei de grana pra ir defender um artigo da faculdade em Lisboa e, como não consegui ajuda de custo da universidade, comecei a fazer os cadernos pra juntar a grana que conseguia com eles com a minha bolsa do PET.  Mas nessa época ainda não tinha o perfil no Instagram, só fui criar ele depois que me formei (e vi que queria trabalhar pra mim mesma e não para outra pessoa) em março de 2019 mais ou menos. Foi quando a Dcrafts começou oficialmente”.

Aos poucos, o trabalho temporário se transformou. Em meados do ano passado, Nataly conta que começou a levar a loja mais a sério, mas foi apenas este ano, com o investimento num site e no unboxing, que o empreendimento realmente tomou forma. 

Dentre todas as alegrias e deleites de trabalhar com artes manuais, Nataly cita que uma das suas preferidas é poder desenvolver parcerias com os artistas locais e poder contar novas histórias através de cada personalizado. “Um fato que eu tenho visto se reforçar cada vez mais é poder contar uma história através dos cadernos, pois cada personalizado que sai tem todo um significado por trás para aquela pessoa que encomendou”, explica. 

Para encomendar um caderno ou álbum personalizado da Dcrafts by Naty, basta entrar em contato através do Instagram. “Eu direciono as perguntas para entender melhor o que ela quer, então falo das opções que tenho disponíveis de como dá pra fazer essa ideia dela. Então dependendo do que for eu faço a arte, ou senão, terceirizo para alguma das minhas parceiras que aí volta para aprovação do cliente e então finalização do produto (isso tudo começa já com a confirmação do pagamento feito)”, explica. 

No entanto, devido a crescente demanda, Nataly atualmente está no processo de desenvolvimento do site para agilizar os pedidos. 

*O Mercadizar não se responsabiliza pelos comentários postados nas plataformas digitais. Qualquer comentário considerado ofensivo ou que falte com respeito a outras pessoas poderá ser retirado do ar sem prévio aviso.