Isabella Botelho; 04/01/2021 às 11:00

Estudo prevê que receita global de publicidade baterá recorde em 2021

Previsão é resultado da pesquisa “Marketing Fact Pack 2021”, produzido pelo Ad Age

Após um ano desafiador e marcado pela desaceleração mundial no crescimento da publicidade, 2021 promete ser diferente. Pelo menos é o que aponta o Marketing Fact Pack 2021, guia anual produzido pelo Ad Age, principal veículo de publicidade e marketing do mundo: de acordo com o estudo, a receita global de publicidade baterá recorde neste novo ano. 

Segundo previsão da consultoria GroupM, da holding de comunicação britânica WPP, citada no relatório, a receita de publicidade mundial saltará 10,2% em 2021, alcançando investimento recorde de US$ 651 bilhões. O GroupM aponta também que 60% da receita global de anúncios deve ficar na internet no ano que vem. Atualmente, os cinco maiores mercados publicitários no mundo são os Estados Unidos (35%), China (22,4%), Japão (5,9%), Reino Unido (4,7%) e Alemanha (3,8%), de acordo com o estudo.

Além disso, o relatório aponta outros quatro insights essenciais para profissionais de marketing, mídia e agências:

  1. A Zenith, do Publicis Groupe, espera que os investimentos com publicidade dos Estados Unidos aumentem 3,2%, para US$ 237 bilhões em 2021, após uma queda de 5,4% em 2020.
  2. O digital está impulsionando a recuperação da publicidade. O GroupM prevê que a receita mundial de anúncios para players digitais puros, como Facebook, Google e outras empresas de mídia digital, crescerá 14,1%, para US$ 397 bilhões em 2021, dando a empreendimentos digitais 61% da receita global de anúncios. A Zenith espera que os investimentos com publicidade na internet nos Estados Unidos tenham alta de 9,6%, para US$ 136 bilhões em 2021, com a internet detendo 58% da publicidade no país.
  3. A taxa de desemprego nos EUA (6,7% em novembro) caiu drasticamente desde seu pico pandêmico de 14,7% em abril de 2020, que foi o nível mais alto desde 1939. No início da recessão em fevereiro de 2020, a taxa de desemprego era de 3,5%, o nível mais baixo desde 1969. O emprego em empreendimentos de mídia na internet nos EUA (292.700 em outubro) cresceu durante a pandemia e agora é o dobro do nível de 2013, de acordo com dados do Bureau of Labor Statistics. No entanto, o número de funcionários das agências de publicidade (194.200 em outubro) está perto de seu ponto mais baixo desde 2015. 
  4. Em todo o mundo, 114 profissionais de marketing têm investimentos globais com anúncios superiores a US$1 bilhão; 47 profissionais de marketing têm investimentos nos EUA acima de US$1 bilhão. A Amazon, maior anunciante do mundo, tem US$11 bilhões investidos em publicidade e promoção em 2019, sendo US$ 6,9 bilhões nos EUA.

Leia a pesquisa na íntegra aqui.

 

*O Mercadizar não se responsabiliza pelos comentários postados nas plataformas digitais. Qualquer comentário considerado ofensivo ou que falte com respeito a outras pessoas poderá ser retirado do ar sem prévio aviso.